Arranjo da estrutura, danificada pela tempestade Elsa, vai ser suportado pela Junta de Freguesia

Está em curso a reparação do açude instalado na Praia Fluvial da Bogueira, na freguesia de Foz de Arouce e Casal de Ermio, que ficou “bastante danificado” após a subida do caudal do Rio Ceira em dezembro passado, durante a tempestade Elsa.

Henrique Lourenço, presidente da Junta, informou a Assembleia de Freguesia (AF), na reunião de dia 30, na delegação de Casal de Ermio, sobre a operação, que é suportada pela autarquia e inclui a reparação de “estragos bastante acentuados e visíveis” entre a comporta da margem direita e a do centro. “Existe uma necessidade urgente de intervir, ainda antes das possíveis cheias do inverno”, disse, tendo em conta que, caso tal não aconteça, há “risco da estrutura do açude ir pelo rio abaixo”.

Henrique Lourenço transmitiu que a autarquia expôs a situação a várias entidades, incluindo a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), que enviou um fiscal ao local, emitindo posteriormente um parecer.

Segundo contou durante a AF, a APA terá informado a Junta de que esta é proprietária daquela parte do rio, recusando responsabilidades na sua manutenção. “Quem confronta com o rio é responsável até ao meio do leito, e como quer a margem esquerda quer a direita são propriedade vossa, é da vossa inteira responsabilidade a manutenção”, explicou Henrique Lourenço, citando a APA. De acordo com o presidente, a agência, que terá dado luz verde para a reparação solicitando apenas informações quanto ao inicio e término da obra, disse “não investir um cêntimo” naquela reparação. O custo da operação será suportado pela Junta de Freguesia, contudo Henrique Lourenço não quis avançar o valor antes de terminados os trabalhos, admitindo que, quando estiver “ tudo pronto e pago”, poderá recorrer ao apoio da Câmara Municipal. Referindo-se à restante atividade autárquica, Henrique Lourenço deu nota do “fantástico” trabalho desenvolvido em parceria com a Rede Cuidas e a Activar no acompanhamento de pessoas residentes naquela freguesia, em situação de maior carência económica e social. A Junta “apontou os casos em que é preciso apoio quer a nível de transporte de materiais, quer para ir às compras ou à farmácia, e também apoio psicológico, com técnicos especializados”, explicou.

Vandalismo “puro” na freguesia

Acabada a época balnear, o presidente deu nota de vários atos de “puro” vandalismo na Praia Fluvial da Bogueira, “a maioria deles comunicados às autoridades, sempre que o equipamento público foi altamente vandalizado ou roubado”. Foram roubadas uma corda de 180 metros, que demarcava as zonas de circulação na praia bem como as grelhas dos assadores do parque de merendas, bem como destruídas sinaléticas e placas informativas. Também as torneiras da casa de banho da praia foram furtadas “com bichas e tudo, mesmo com o intuito de as reutilizar”, acrescentou.

No contexto pandémico, os utentes da praia fluvial “estiveram muito bem”, cumprindo as regras associadas à Covid-19, e o areal da Casal de Ermio teve, apesar de tudo, “uma boa afluência”, com a lotação máxima de 188 pessoas a ser atingida por diversas vezes.

Revisão do orçamento e voto de pesar pelo falecimento de Lucinda Ventura

A AF aprovou, por unanimidade, a segunda revisão ao orçamento da receita e da despesa, no âmbito da delegação de competências dos municípios para as juntas de freguesia. Assim, segundo a documentação enviada ao Trevim, a Direção Geral das Autarquias Locais transfere mensalmente para as freguesias “o valor que apurou em consonância com a informação reportada pelo Município da Lousã, para 2020”, sendo neste caso 1.166,66 euros por mês, a transferir durante seis meses, num total de 7 mil euros.

Nesta reunião, órgão deliberativo aprovou um voto pesar pelo falecimento de Lucinda Ventura, colaboradora do Trevim e figura ativa da freguesia de Casal de Ermio, onde residida desde 1981. Cumpriu 27 anos como Secretária do executivo da Junta, tendo integrado também a direção do Centro Social local e, na Lousã, foi cofundadora da Associação Didática e Recreativa Arte e Saber (ADRAS), onde era secretária da Assembleia Geral.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Soraia Santos
Carregar mais artigos em Concelho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Cemitérios com acesso condicionado no Dia de Todos os Santos

Nos dias 31 de outubro e 1 de novembro, Dia de Todos os Santos, os cemitérios do concelho …