A Praça Luís de Camões (por trás do Tribunal), que estava em obras desde 13 de janeiro, no âmbito do plano de regeneração urbana definido pela Câmara Municipal da Lousã (CML) para o centro da vila, reabriu à circulação na terça-feira, dia 2.

De acordo com informação divulgada pela Câmara Municipal, a empreitada contemplou a substituição da rede de águas pluviais bem como da plataforma,  instalação da sinalização vertical e horizontal, alargamento da zona de circulação  pedonal, com passeios mais largos e a alteração dos locais das passagens para peões.

Quanto ao número de lugares de estacionamento, fonte da CML disse ao Trevim que a praça conta agora com 76 lugares de estacionamento de veículos, a que se somam dois para carregamento de viaturas elétricas e um outro para pessoas com deficiência ou mobilizada reduzida.

Para além destas intervenções, foi também modernizada a iluminação pública, e, apesar da obra estar concluída encontram-se ainda a decorrer “alguns ajustes e finalizações”.

Recorde-se que esta empreitada, a cargo da empresa Windpark Lda, contempla também as intervenções já em curso na rua Dr. Henrique Figueiredo, no valor total de mais de 300 mil euros com comparticipação de fundos comunitários de cerca de 195 mil euros.

No âmbito do plano de regeneração urbana, estão atualmente também a decorrer trabalhos a Rua General Humberto Delgado, Largo da Graça, Praça Cândido dos Reis, Avenida São Silvestre. Rua Prof. António Batista de Almeida e Rua Dr. Eugénio de Lemos, e está “previsto iniciar brevemente” a intervenção na Rua dos Combatentes da Grande Guerra.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Soraia Santos
Carregar mais artigos em Concelho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Assembleia Municipal da Lousã reúne dia 10

A Assembleia Municipal da Lousã reúne na quinta-feira, dia 10, em sessão ordinária, no Par…