Princípios orientadores

O jornal reger-se-á na sua ação pelos seguintes princípios orientadores:

  1. Responsabilidade

O Trevim orientar-se-á dentro da objetividade, pelo recurso à exatidão ao rigor e à verdade no que respeita às informações transmitidas, verificando as fontes de informação, procurando ouvir o contraditório, de modo a que o público leitor reconheça o jornal como uma informação séria, credível e de qualidade, acima de quaisquer interesses políticos, étnicos, religiosos ou sociais.

  • Liberdade

O trabalho elaborado pelo Trevim tem por base uma imprensa livre, que se opõe a qualquer forma de censura ou de condicionalismos partidários, religiosos ou outros, que pretendam limitar a liberdade de comunicação, produzir enviesamentos, promover clientelismos, ou que fomentem atitudes que vão contra os valores cívicos e democráticos.

  • Ética

O Trevim orientará o seu trabalho pelo rigor, zelo e transparência, com respeito pelas regras definidas pela lei de imprensa, pelos valores cívicos, pelo respeito pelas pessoas e instituições, por uma atitude que embora crítica, seja promotora para uma sociedade mais livre, justa e desenvolvida.