Um munícipe de Serpins apresentou queixa ao Ministério Público (MP) sobre um contrato de cerca de 106 mil euros celebrado por ajuste direto, entre a junta de freguesia local e a Aflopinhal.

Leia a notícia completa na edição n.º1461 do Trevim

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Soraia Santos
Carregar mais artigos em Concelho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Despedidas na Assembleia das Gândaras em fim de mandato

Oradores da maioria socialista e do PSD aproveitaram a derradeira sessão do mandato para e…