Com o setor da cultura a ser gravemente prejudicado, as plataformas digitais e redes sociais passaram a ocupar o primeiro lugar na divulgação e promoção do trabalho dos artistas e João Francisco, cantautor lousanense, não foi exceção às mazelas da Covid-19 na vida artística.

Saiba mais na edição impressa do Trevim n.º1454

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Mariana Domingos
Carregar mais artigos em Sociedade

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Uma história pautada pelo “sacrifício e orgulho” em servir a comunidade

“Ser bombeiro é um trabalho exigente e duro”, disse João Pedro Melo, Comandante dos BML, n…