O  balanço do projeto Empresários pela Inclusão Social (EPIS), dirigido aos alunos do primeiro ciclo para potenciação do sucesso escolar, promovido por técnicas do município de Vila Nova de Poiares em articulação com o Agrupamento de Escolas, foi apresentado em reunião de Câmara, no dia 21de setembro.

Segundo nota da autarquia, ao longos dos quatro anos de projeto foram avaliados 218 alunos, dos quais 98 foram alvo de acompanhamento direto. Destes alunos, 42 foram encaminhados para serviços específicos de acordo com as suas necessidades, desde os serviços hospitalares, Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, ação social, terapia da fala e psicologia.

Para João Miguel Henriques, presidente da Câmara Municipal, este “é um projeto extremamente importante para o correto desenvolvimento das crianças e de potenciação das suas capacidades. O objetivo é fazer o diagnóstico individual e perceber quais os alunos que necessitam de apoio e promover um acompanhamento de proximidade, não só em contexto de turma, mas sobretudo um acompanhamento individual e personalizado para que o aluno consiga rapidamente colmatar as suas lacunas, aprendendo e apreendendo os conhecimentos, dotando-o das ‘ferramentas’ necessárias para que consiga, de per si, fazer o seu percurso escolar com o maior índice de sucesso possível”.

De acordo com informação da autarquia, a mais-valia deste projeto prende-se com o facto “do acompanhamento não se limitar aos alunos identificados, mas também aos professores e pais/encarregados de educação, incentivando o seu correto acompanhamento em casa”. Estes benefícios ficaram ainda mais comprovados na parte final do ano letivo transato, com o ensino à distância, onde foi possível adaptar as estratégias de intervenção e manter o acompanhamento aos pais e alunos, proporcionando-lhes condições para maximizarem a qualidade das aprendizagens e conseguirem bons resultados no final do ano.

O sucesso da implementação deste modelo e as boas práticas desenvolvidas em Vila Nova de Poiares foram já alvo de reconhecimento internacional, com a participação no Congresso Internacional da Criança e do Adolescente (ICCA), ganhando assim um redobrado ânimo e motivação para um trabalho cada vez mais profícuo.

Refira-se que nesta matéria, Vila Nova de Poiares é um dos concelhos pioneiros na implementação deste programa, sendo um dos quatro municípios da Comunidade Intermunicipal da Região Coimbra que tem em curso o programa EPIS, o qual a nível nacional, abrange um total de 43 concelhos e 277 escolas públicas, chegando a um conjunto de mais de 9mil alunos nos programas de recuperação nos primeiros anos de escolaridade.

Os índices de satisfação por parte dos encarregados de educação e do Município são elevadíssimos, tendo já recomeçado um novo ciclo de implementação do projeto com o arranque do presente ano letivo.

No final da apresentação o balanço do projeto EPIS não podia ser mais positivo, e todos foram unânimes em desejar que este modelo pudesse ser estendido ao 2º e 3º ciclos de ensino, onde certamente poderia ter resultados igualmente positivos e ser um importante fator de promoção de sucesso escolar.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Mariana Domingos
Carregar mais artigos em Vila Nova de Poiares

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Comércio local dinamizado no período natalício

Em tempos de pandemia o comércio típico viu-se bastante afetado, em especial as s lojas, c…