Entre 1 de janeiro e 18 de agosto de 2020 foram registados 23 assaltos a residências no concelho da Lousã.

Segundo informou Pedro Teixeira, Major da Guarda Nacional Republicana (GNR) do Comando Territoral de Coimbra e Chefe da Secção de Operações, Treino e Relações Públicas, deste número, três dos furtos foram no mês de agosto, “encontrando-se os respetivos inquéritos em curso”.

Ao que o Trevim apurou, este número regista um aumento significativo dos crimes na Lousã, dado que, no mesmo período em 2019, se registaram treze assaltos e em 2018 apenas oito.

Segundo a mesma fonte, “a GNR está atenta a este tipo de criminalidade e intensificou o patrulhamento das áreas mais afetadas, estando a desenvolver diligências de investigação para localizar os suspeitos e recuperar os bens furtados”.

GNR sensibiliza empresários locais

Após a resolução do Conselho de Ministros publicada dia 31 de julho no âmbito da pandemia de Covid-19, todos os estabelecimentos de restauração e similares só podem receber novos clientes até às 00:00 e são obrigados a encerrar portas pelas 01:00.

Segundo informação prestada a este quinzenário pela GNR, “até ao momento ainda não foi registado ou verificado qualquer incumprimento, tendo o Comando Territorial de Coimbra adotado uma postura de sensibilização junto dos empresários locais”.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Mariana Domingos
Carregar mais artigos em Concelho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Comércio local dinamizado no período natalício

Em tempos de pandemia o comércio típico viu-se bastante afetado, em especial as s lojas, c…