Foram centenas as pessoas que se deslocaram à zona do Castelo da Lousã e praia fluvial da Senhora da Piedade no fim de semana de 15 e 16 de agosto.

Tendo a maior enchente sido registada no dia 15 de agosto, feriado nacional, muitos foram os turistas e lousanenses que quiseram usufruir daquele espaço. Com clara sobrecarga de trânsito automóvel aliada às largar dezenas de caminheiros que percorriam os novos passadiços, todos os espaços livres desde a zona do castelo até ao último quilómetro de acesso à vila estavam lotados.

“Foi um absurdo ver tanta gente junta e sem preocupações com o vírus que para aí anda”, contou ao Trevim uma fonte anónima. “Os casos de infetados pela Covid-19 na Lousã estão controlados e são muito poucos e aglomerados de pessoas vão estragar todo o esforço que foi feito até agora”, reiterou.

Refira-se que desde o início da pandemia a Câmara Municipal da Lousã (CML) interditou por diversas vezes o acesso às aldeias do xisto e zona do castelo e praia fluvial da Senhora da Graça, por forma a evitar aglomerados de população, ajuntamentos e também por risco elevado de incêndio.

A este quinzenário Luís Antunes, presidente da CML, explicou que “atendendo à pandemia, todos os dados apontavam para que destinos como a Lousã fossem mais procurados”. “Felizmente para a economia local, nomeadamente restauração e alojamento, temos verificado uma forte procura”, reiterou.

Segundo o edil, a CML tem acompanhado diariamente a “ocupação e uso dos diversos espaços turísticos do concelho da Lousã”.

A autarquia, em articulação com a Guarda Nacional Republicana, “efetuou cortes pontuais do acesso automóvel ao complexo (logo a partir de sexta-feira) e houve uma monitorização contínua por parte das autoridades”.

Luís Antunes explicou que “as medidas adotadas para o complexo, nomeadamente para a piscina e castelo, foram cumpridas e foi assegurado distanciamento social”. “Existiu efetivamente uma procura elevada que levou a que não existisse estacionamento disponível, mas não existiu sobrelotação do espaço”, concluiu.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Mariana Domingos
Carregar mais artigos em Destaque

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Comércio local dinamizado no período natalício

Em tempos de pandemia o comércio típico viu-se bastante afetado, em especial as s lojas, c…