A construção dos passadiços em madeira, que prometem ligar o Cabo do Soito à Senhora da Piedade ao longo de 1200 metros de extensão, poderá estar concluída na primeira quinzena de julho, informou a Câmara Municipal da Lousã (CML) em resposta ao Trevim.

A obra, que está em curso desde setembro passado, insere-se num conjunto de trabalhos mais alargado com vista à modernização do chamado Complexo Turístico da Senhora da Piedade, que inclui um acesso pedonal entre o Castelo de Arouce e a zona das piscinas naturais bem como a instalação de iluminação e intervenções junto à Casa da Natureza e ao edifício onde funciona o restaurante “O Burgo”.

A empreitada foi adjudicada à empresa Carmo Estruturas em Madeira SA pelo valor base de cerca de 373 mil euros + IVA, é financiada pelo Programa Valorizar, um mecanismo do Turismo de Portugal, I.P. para promover a qualificação de destinos turísticos através da regeneração dos espaços, a que a Câmara Municipal concorreu em 2017.

Segundo a informação divulgada à data, a aprovação um financiamento de 90% do valor global, sendo os restantes 10% assegurados pela autarquia lousanense. Para além da criação de passadiços em madeira, a candidatura anunciava a reabilitação do património edificado e também o combate às espécies invasoras, substituindo-as por espécies autóctones.

Quanto à capacidade dos passadiços ao nível do seu peso limite, a CML respondeu ao Trevim que a empresa responsável pela obra, “é uma referência a nível nacional no que respeita a este tipo de estrutura” comunicando que no contrato que foi assinado é estipulado “como obrigação do empreiteiro a realização do projeto de estabilidade da estrutura e apresentar termo de responsabilidade”. A autarquia acrescenta que “todas as condições de segurança estão devidamente previstas e asseguradas, nomeadamente as resultantes de eventuais sobrecargas pontuais à normal utilização de uma estrutura deste tipo”.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Soraia Santos
Carregar mais artigos em Destaque

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Despedidas na Assembleia das Gândaras em fim de mandato

Oradores da maioria socialista e do PSD aproveitaram a derradeira sessão do mandato para e…