Inicia no dia 1 de julho a época balnear na Bogueira, Senhora da Graça e Senhora da Piedade, porém, ir às praias fluviais do concelho este verão vai exigir cuidados redobrados por parte dos utentes devido à situação de pandemia.

Em resposta a um pedido de informações do Trevim, a Câmara Municipal elencou as novas condições de acesso e permanência nas praias, que resultaram de várias reuniões entre a autarquia, a Agência Portuguesa do Ambiente e as juntas de freguesia do concelho.

Segundo a informação divulgada, a praia fluvial da Senhora da Graça terá a maior lotação máxima permitida, de 645 pessoas, seguindo-se a praia fluvial da Bogueira, que permite 188 utentes em permanência, e a praia fluvial da Senhora da Piedade, 88, e, no que diz respeito ao estacionamento, os veículos “apenas podem estacionar nos locais definidos para o efeito, tendo sempre em consideração a lotação”.

Embora não seja avançado um número limite, nas piscinas das crianças terá também que existir uma capacidade máxima, e serão criadas regras de utilização. Os mais pequenos “apenas poderão ficar 15 minutos dentro de água caso existam mais crianças à espera”, por exemplo.

Para além de um gabinete para isolamento e de equipamentos ambu (reanimadores manuais), cada praia vai dispor de bandeiras triangulares com as cores dos semáforos para indicar qual o seu “estado” quanto à sua lotação, no entanto, o utente poderá informar-se sobre a situação de ocupação antes de se dirigir ao local acedendo à aplicação digital Infopraia.

Regras para utentes

Quem frequentar estas praias deve assegurar 1,5m de distância entre utilizadores (caso não façam parte do mesmo grupo), 3m entre chapéus-de-sol e um distanciamento social de 2m durante a circulação no local, recomendando-se que seja usado calçado apropriado (chinelos) para o efeito.

Está proibida a realização de atividades desportivas com duas ou mais pessoas e não é permitido o uso das pranchas de saltos e respetivas escadas de acesso à água, nem usar os balneários existentes nas praias. Só é autorizada a utilização das instalações sanitárias por uma pessoa de cada vez.

Ao entrar na praia, os utentes devem, obrigatoriamente, desinfetar as mãos, e repetir o processo várias vezes enquanto permanecerem no local, cumprindo também as regras de etiqueta respiratória. Devem usar máscara na ida ao bar ou esplanada e depositar os resíduos gerados nos locais apropriados.

Para o bom funcionamento das praias e para segurança da comunidade é aconselhado que todos estejam atentos à informação à entrada de cada praia sobre procedimentos e normas de segurança, e que cumpram com as determinações autoridades competentes, nadadores salvadores e demais pessoal que esteja de serviço no local.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Soraia Santos
Carregar mais artigos em Concelho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Pedrinhas lança campanha solidária “Energia Dourada”

Paralelamente estará também disponível um pulseira associada à campanha, que pode ser usad…