O Movimento Espontâneo de Cidadãos da Lousã (MEC-Lousã) remeteu, no dia 11, aos vereadores e ao presidente da Câmara Municipal, Luís Antunes, bem como ao presidente da Assembleia Municipal (AM), Carlos Seco, a petição a favor da saída do município da APIN, não tendo obtido qualquer resposta ou proposta para debater o documento até ao fecho desta edição.

Leia a notícia na edição impressa do TREVIM N.º1431

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por 
Carregar mais artigos em Arquivo
Secção de comentários fechada.

Veja também

Cemitérios com acesso condicionado no Dia de Todos os Santos

Nos dias 31 de outubro e 1 de novembro, Dia de Todos os Santos, os cemitérios do concelho …