O Museu Etnográfico Dr. Louzã Henriques (MELH) está em processo de intervenções infraestrutural e remusealização. Ao Trevim, a Câmara Municipal da Lousã refere que o equipamento, cujo maior doador foi Louzã Henriques – médico e etnógrafo falecido a 29 de julho-, deverá ser reaberto ao público até ao final do ano.Após a aprovação de uma candidatura submetida pela a autarquia ao Programa Valorizar – Linha de Apoio ao Turismo Acessível, promovido pelo Turismo de Portugal, o projeto da empreitada foi a concurso público no final de 2018, e adjudicado ao atelier portuense “Providência Design”.

Leia a notícia completa na edição impressa do TREVIM N.º1411

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por 
Carregar mais artigos em Arquivo
Secção de comentários fechada.

Veja também

Quatro detidos em festa ilegal com 31 pessoas no Catarredor

A detenção surgiu na sequência de uma denúncia de uma festa numa moradia, na aldeia do Cat…