“Não preciso de medalhas para perceber que estamos a percorrer um excelente caminho na nossa Academia! Mas confesso que receber o prémio de melhor coreografia a concurso, escalão infantil, me deixou completamente rendida”, confessou a diretora da Academia de Bailado da Lousã, Joana Ruas, na sua página do facebook. A coreografia “Bella Ciao”, protagonizada por 17 bailarinas, acabou por arrebatar o prémio especial do júri internacional do Dance World Cup 2019, que decorreu de 1 a 7 de março, no Centro de Artes e Espetáculos da Figueira da Foz. Mas não foi o único prémio trazido pela academia lousanense. No conjunto dos dois dias em que esteve em competição, alcançou seis medalhas de ouro, três de prata e duas de bronze.  Estiveram presentes bailarinos e artistas dos seis aos 14 anos tendo a ABL estado entre as três escolas mais premiadas nestes dois escalões. “Afinal, andar a bater nas pandeiretas tanto tempo acabou por nos trazer um final ainda mais feliz”, acrescentou a também professora de ballet, criadora das coreografias.

A participação nesta competição foi também feliz para Eduardo Bolsa, ex-aluno da ABL e atual discente do Conservatório Internacional Annarella Sanchez, de Leiria. O jovem lousanense obteve três medalhas de ouro e três de bronze, tendo alcançado o apuramento nas seis categorias a que concorreu, quer como solista (ballet e dança contemporânea), quer em grupo.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Márcio Carinhas
Carregar mais artigos em Arquivo
Secção de comentários fechada.

Veja também

ADFP quer móveis trazidos por refugiados sírios

Ouvir Após os 18 meses em que esteve acolhida pela Fundação ADFP, de Miranda do Corvo, no …