Quatro escolas estiveram encerradas no concelho da Lousã no dia de greve geral da função pública, na sexta-feira, dia 15 de fevereiro. A Escola Básica nº 1, a Escola Básica n.º 2, a Escola Secundária da Lousã e os jardins de infância da Lousã e das Fontaínhas estiveram sem atividade letiva, quatro delas fechadas.

Segundo dados fornecidos pelo Agrupamento de Escolas da Lousã, a adesão à paralisação foi mais efetiva junto do pessoal não docente. Setenta e sete por cento esteve ausente durante a manhã e, à tarde, essa percentagem aumentou um ponto percentual. Já 30% dos professores não compareceram aos serviço durante a manhã e à tarde, os números da adesão aumentaram para 39%.

Leia a notícia completa na edição impressa do Trevim n.º 1399

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Márcio Carinhas
Carregar mais artigos em Arquivo
Secção de comentários fechada.

Veja também

ADFP quer móveis trazidos por refugiados sírios

Ouvir Após os 18 meses em que esteve acolhida pela Fundação ADFP, de Miranda do Corvo, no …