Por ideia de rapazes que gostavam muito de música, nasciam há 35 anos, em Miranda do Corvo, os “Harmonia”. O primeiro ensaio aconteceu no convento de Semide, por iniciativa dos jovens idealistas e aventureiros. Fez parte desta formação inicial, Fausto Assunção, o “homem das teclas” que pertencia a vários conjuntos na altura, entre os quais o “Sugestão”. “Na altura não havia grupos destes. Não foi fácil, íamos fazer concorrência às filarmónicas”, referiu ao Trevim, durante o almoço-convívio de 9 de dezembro, em que se juntaram no Centro de Dia das Gândaras, antigos e atuais elementos e suas famílias.

“É com imenso prazer que dedicamos este aniversário aos fundadores, aos que deram e estão a dar continuidade a este projeto”, referiu o atual maestro, Valter Correia, lembrando também os que já partiram, cujas famílias foram convidadas a estar presentes e que irão receber a lembrança da efeméride, distribuída aos elementos do grupo, à Associação Recreativa Cultural e Social das Gândaras que serviu o almoço e ainda ao jornal Trevim.

Ao longo de 35 anos, o grupo já contou com 38 elementos, tendo atualmente nove pessoas, vindas de vários concelhos, nomeadamente Lousã, Miranda do Corvo e Figueiró dos Vinhos. No almoço, compareceram 11 elementos que já não fazem parte da formação. “Muitos tiveram de sair devido à idade, outros por motivos de trabalho, seis já faleceram”, informou Valter Correia.

Leia a notícia completa na edição impressa do Trevim n.º 1394

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Márcio Carinhas
Carregar mais artigos em Arquivo
Secção de comentários fechada.

Veja também

ADFP quer móveis trazidos por refugiados sírios

Ouvir Após os 18 meses em que esteve acolhida pela Fundação ADFP, de Miranda do Corvo, no …