Assembleia Municipal aprova por maioria taxa de 0,8% para os prédios rústicos e de 0,4% para os prédios urbanos. PSD e CDU votam contra.

Cinco deputados do Partido Social Democrata (PSD) e da CDU votaram contra a manutenção da taxa de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), durante a Assembleia Municipal, realizada no Centro Logístico Municipal da Lousã, dia 27 de setembro.

A proposta do executivo da Câmara Municipal da Lousã levou a votação uma taxa de 0,8% para os prédios rústicos e de 0,4% para os prédios urbanos avaliados nos termos do Código do Imposto Municipal sobre Imóveis, aprovada pela maioria do Partido Socialista e Bloco de Esquerda (BE).

Leia a notícia completa na edição impressa no Trevim nº 1389

 

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por 
Carregar mais artigos em Arquivo
Secção de comentários fechada.

Veja também

Quatro detidos em festa ilegal com 31 pessoas no Catarredor

A detenção surgiu na sequência de uma denúncia de uma festa numa moradia, na aldeia do Cat…