O estado do certame que decorre no primeiro domingo de cada mês desde 2014 foi tema central na Assembleia de Freguesia das Gândaras, realizada a 21 de junho.

Alice Vaz, membro da assembleia pelo Partido Social Democrata lamenta que “cada vez se vê menos gente” acrescentando que “pura e simplesmente parece que as pessoas deixaram de gostar”. A deputada não percebe o motivo pelo qual os fregueses deixaram de visitar a feira que caracterizou como um “chamariz” para as pessoas que vivem noutras localidades. Conta que “era um momento da freguesia e de convívio”, atualmente “ao abandono”, tanto por parte dos feirantes como pela população.

Sandra Fernandes, presidente da Junta de Freguesia das Gândaras, garante que esta é uma questão que também tem preocupado o executivo. “Temos a noção de que já há uns meses que a feira está esmorecer”, afirma.

Leia a notícia completa na edição impressa do Trevim nº 1388

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por 
Carregar mais artigos em Arquivo
Secção de comentários fechada.

Veja também

Quatro detidos em festa ilegal com 31 pessoas no Catarredor

A detenção surgiu na sequência de uma denúncia de uma festa numa moradia, na aldeia do Cat…