O prémio, patrocinado pelo Ministério da Cultura, através da Direção Regional de Cultura do Centro, destina-se a revelar novos talentos da literatura em língua portuguesa. É instituído pela Arte-Via Cooperativa e o consórcio do FLII – Palavras de Fogo, em homenagem às vítimas dos incêndios florestais de 2017, que integra os municípios de Penela, Sertã, Tábua, Arganil, Pedrógão, Figueiró dos Vinhos, Castanheira de Pêra, Alvaiázere e Ansião.

A iniciativa, sugestão do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, figura presente na primeira edição do FLII – Palavras de Fogo, foi apresentada por Celeste Amaro, diretora regional da Cultura do Centro e Filomena Amaral, presidente da Arte – Via Cooperativa.

Leia a notícia completa na edição impressa do Trevim nº 1388

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por 
Carregar mais artigos em Arquivo
Secção de comentários fechada.

Veja também

Quatro detidos em festa ilegal com 31 pessoas no Catarredor

A detenção surgiu na sequência de uma denúncia de uma festa numa moradia, na aldeia do Cat…