No novo ano letivo, EPL acolhe 135 alunos, com 55 matrículas no primeiro ano.

“Mantendo a aposta nas iniciativas de mérito e impacto reconhecido, o plano de atividades para o ano letivo que agora se inicia foi construído numa base pluridisciplinar e contempla vários ‘megaprojetos’. Como exemplo, apresentamos o “Sneakers Camp“, um campo de formação intensiva, orientado para alunos ou equipas de alunos que pretendam criar e desenvolver novas marcas e ideias de negócio”, referiu ao Trevim Tatiana Ribeiro, gestora de projetos da Escola Profissional da Lousã (EPL).

Além deste projeto na área do empreendedorismo, Tatiana Ribeiro revelou ainda outros planos da EPL nomeadamente a criação de uma Web TV, a edição de uma revista e o lançamento do “MARTELário 2.0.”

Continua na edição impressa do Trevim nº 1387

 

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Márcio Carinhas
Carregar mais artigos em Arquivo
Secção de comentários fechada.

Veja também

ADFP quer móveis trazidos por refugiados sírios

Ouvir Após os 18 meses em que esteve acolhida pela Fundação ADFP, de Miranda do Corvo, no …