As quatro sessões da iniciativa “Verão na Ribeira com os Invertebrados Aquáticos” esgotaram. Seguem-se mais três, no mês de setembro, já fora do programa Ciência Viva no Verão.

“É divertido aprender como estes seres vivem. Até estou a gostar”, confessou ao Trevim André Roque, de 14 anos, que não sabia o que iria encontrar quando a mãe, Ana Sofia Almeida, lhe disse que ia participar numa iniciativa na Lousã. As duas irmãs, Alexandra e Júlia, estavam também convocadas para um “passeio junto à Ribeira de São João” e as expetativas não eram nenhumas.

Vindos de Coimbra, subiram a ribeira, até 300 metros a montante das piscinas naturais da Senhora da Piedade, no dia 26, em conjunto com os restantes participantes da iniciativa da Ciência Viva no Verão, com o objetivo de conhecerem os animais invertebrados existentes em meio aquático.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Márcio Carinhas
Carregar mais artigos em Arquivo
Secção de comentários fechada.

Veja também

ADFP quer móveis trazidos por refugiados sírios

Ouvir Após os 18 meses em que esteve acolhida pela Fundação ADFP, de Miranda do Corvo, no …