Dias de calor não provocaram ocorrências anormais na Lousã, mas a nível nacional houve mais mortes.

De 2 a 6 de agosto, termómetros de todo o país marcaram temperaturas acima dos 40 graus devido ao estabelecimento de um anticiclone sobre a Península Ibérica e a passagem de uma massa de ar quente vinda do norte de África. Dia 2, a Lousã foi o concelho com a temperatura mais elevada do distrito de Coimbra, tendo atingindo 45 graus de temperatura máxima.

Segundo dados do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), todos os concelhos do distrito marcaram, neste dia, máximas superiores a 40 graus, à exceção das previsões para a Figueira da Foz (37,5), Mira (38,1), Montemor-o-Velho (39,3) e Pampilhosa da Serra (37,9). A cidade de Coimbra marcou 19 graus de mínima e máxima de 40,4 graus.

Continua na edição impressa do Trevim nº 1385

 

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por 
Carregar mais artigos em Arquivo
Secção de comentários fechada.

Veja também

Trevim online agora, sempre Trevim!

A imprensa livre e independente está em perigo. Portanto, é a própria Democracia que está …