“Não me considero uma pintora, apenas pinto por hobby e procuro deixar o meu olhar sobre o que me rodeia”, realçou Natália Rios Peralta, na inauguração da sua exposição de pintura “Olhares”, patente no Museu Etnográfico Dr. Louzã Henriques até 31 de agosto.

Dezenas de familiares e amigos de Natália Rios Peralta reuniram-se, dia 13, para apreciar as obras da artista, de 80 anos, concebidas a partir das técnicas de acrílico e óleo, fruto da sua aprendizagem e das influências de pintores como Armanda Passos, Paula Rego, António Macedo e Mário Bismarck.

Continua na edição impressa do Trevim nº1383

 

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por 
Carregar mais artigos em Arquivo
Secção de comentários fechada.

Veja também

Quatro detidos em festa ilegal com 31 pessoas no Catarredor

A detenção surgiu na sequência de uma denúncia de uma festa numa moradia, na aldeia do Cat…