O Aeródromo da Lousã tem disponível desde 12 de maio, um helicóptero de primeira intervenção e combate inicial a incêndios florestais

Um helicóptero ligeiro está operacional desde 12 de maio no Aeródromo da Lousã, para primeira intervenção em incêndios florestais numa área até 40 quilómetros. Além do piloto e de cinco elementos do Grupo de Intervenção e Socorro (GIPS) da GNR, o aparelho tem capacidade de transporte de cerca de 700 litros de água no balde.

Continua na edição impressa do Trevim n.º 1380

Soraia Santos

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Carlos A. Sêco
Carregar mais artigos em Arquivo
Secção de comentários fechada.

Veja também

Editorial – O Trevim em tempos de Covid-19

Ouvir Os tempos que atualmente vivemos tem sido tempos difíceis quer a nível das pessoas q…