O núcleo urbano da vila da Lousã vai ser alvo de um programa de reabilitação no âmbito do Projeto Estratégico de Reabilitação Urbana (PERU). As intervenções previstas incluem o Cineteatro da Lousã, o Mercado Municipal – cujas obras já foram anunciadas – bem como outros edifícios situados na zona histórica, nomeadamente na Praça Cândido dos Reis, onde se pretende instalar um Centro de Indústrias Criativas (onde hoje é o Setor de Desenvolvimento Social) e um Centro de Inovação Social, no imóvel onde várias associações têm a sua sede, como a Escola de Concertinistas da Lousã, a Associação de Caçadores, entre outras.

Além do edificado, o PERU prevê intervenções nos espaços públicos, nomeadamente nos arruamentos, jardins e praças. A histórica Rua do Comércio também tem intervenção prevista, com o objetivo de melhorar as “condições de conforto e segurança do espaço público ao nível da mobilidade, mobiliário urbano, pavimentos, iluminação, sinalética”. A intervenção no Largo da Graça e zona adjacente está igualmente englobada, bem como o espaço exterior aos Paços do Concelho. Esta intervenção (ver caixa), está integrada na rede prevista, que cobre todo o centro urbano de forma hierarquizada, dividida em várias fases. As obras importam num investimento público de 4.612.000 euros, sendo estimado um investimento privado superior a dois milhões de euros. Contudo, conforme assinala o documento, “os valores de investimento apresentados constituem, apenas, valores indicativos que serão aferidos e consolidados ao longo do desenvolvimento”.

 

Continua na edição impressa do Trevim nº 1377

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Joaquim Seco
Carregar mais artigos em Arquivo
Secção de comentários fechada.

Veja também

De Teerão a Pequim – um diário de bordo

Ouvir Sadjat, uma personificação do Irão Sadjat é um jovem de 31 anos de idade, cheio de v…