António José Gonçalves, deputado do PSD, exigiu na recente reunião da Assembleia Municipal da Lousã “uma ponte nova” em substituição da atual ponte do Boque, que serve sobretudo as populações de Casais, Boque e Serpins. Alegando insuficiência de verba, o presidente da Câmara afirmou que vão ser levadas a cabo obras de retificação da plataforma, que deverão estar prontas a 15 de dezembro. “Eu posso querer um Ferrari, mas se só tiver dinheiro para uma bicicleta… é o que vou comprar”, brincou Luís Antunes.

Um relatório de um gabinete técnico ligado ao Departamento de Engenharia Civil da UC, encomendado pela Câmara Municipal, na sequência de uma chamada de atenção de moradores das localidades servidas, aconselha à substituição total da infraestrutura. “Dado o avançado estado de corrosão da ponte, entendeu-se que não era viável a sua recuperação estrutural pelo que se recomenda a substituição integral da ponte por uma nova”, leu o deputado da bancada do PSD, apoiado no texto do relatório.

No entanto, Luís Antunes salientou a parte do relatório em que é referido que a estrutura atual da ponte “está apta para exercer a sua função”, para veículos com peso inferior a 2,5 toneladas, cujo sinal se encontra no local. “Recomendou-nos que fosse feita correção de algumas questões a nível do piso de circulação”, frisou o autarca, informando que foi pedida à mesma entidade que identificasse que tipo de estrutura era aconselhada para o local e qual o orçamento previsto.

 

Continua na edição impressa do Trevim nº1367

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Márcio Carinhas
Carregar mais artigos em Arquivo
Secção de comentários fechada.

Veja também

ADFP quer móveis trazidos por refugiados sírios

Ouvir Após os 18 meses em que esteve acolhida pela Fundação ADFP, de Miranda do Corvo, no …