O Trevim comemora meio século a 1 de outubro. Durante o corrente ano, têm sido muitas as atividades que decorreram ou vão decorrer para comemorar meio século. No dia 7 de outubro, sábado, terá lugar uma Sessão Pública, às 16 horas, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, de reconhecimento aos fundadores e colaboradores do Jornal. No dia seguinte, dia 8 de outubro, realiza-se o almoço comemorativo do cinquentenário, no Louzanterrace. As inscrições para o almoço, com um custo de 15€, podem ser feitas na sede da Cooperativa ou através dos telefones 239 992 266 ou 916 220 938.

Exposições
No dia 11 de novembro serão inauguradas duas exposições: na sede da Cooperativa, a Exposição de Caricatura, em pacotes de açúcar da Delta, de autores de frases célebres e de pintores da autoria de Onofre Varela, pelas 11:00. Nesse mesmo dia à tarde, pela 15 horas, no Museu Álvaro Viana de Lemos, será inaugurada uma Exposição inédita de cartazes sobre a “Ação Psicológica nas Colónias – o outro modo de fazer a guerra” seguida de apresentação do livro de Onofre Varela “191 – Memórias de um Soldado em Angola”, e debate.
Em dezembro, no dia 16, também no Museu Álvaro Viana de Lemos, é inaugurada a exposição “O Ramal da Lousã em cartoons no Trevim”, que celebra também os 111 anos de inauguração do comboio na Lousã. Seguir-se-á um debate sobre o tema. Recorde-se que no âmbito dos 50 anos do Trevim, já decorreram, entre outras atividades, a Festa da Caricatura e as exposições “50 amos de humor” e o “Anti-herói no Humor de Imprensa . Foi, ainda, lançado o livro “Trevim – 50 anos com humor”.

“Ó BRIGADA”
no Cineteatro no dia 7
No festejar dos 50 anos do Trevim, a Brigada Victor Jara dá-nos de presente o seu “Ó BRIGADA” espetáculo único dos seus 40 anos, celebrados em 2015. Foram, segundo eles, “40 anos de estrada (…) de retas e sinuosidades, buracos e interrupções, mudanças de direção, partidas e chegadas, o passado o presente e o futuro. Deste percurso, dizem os amigos, em “Ó BRIGADA!
Discografia completa da Brigada Victor Jara 40 anos”

“(…) É um trabalho muito sério, muito bonito
e nunca os vi em bicos dos pés neste grande contributo que nos têm oferecido (…)”
Carlos do Carmo fadista

“ (…) Por tudo o que nos deram, pelo muito que me ensinaram e pelo estímulo e exemplo do seu trabalho para outros músicos(…) Por tanto passado que me tem –e vos tem aberto as portas ao futuro, obrigado Brigada Victor Jara.”
Armando Carvalheda realizador de rádio

“(…) A história da música portuguesa tem na Brigada Victor Jara um dos seus suportes fundamentais.(…);
Janita Salomé, músico

“(…) O grupo resiste ao tempo porque só o tempo avaliza a qualidade.(…);
Júlio Isidro, produtor e apresentador de televisão

“(…) a eles devo momentos que iluminaram (mesmo que com clarões fugazes…) a minha vida, e porque sei que a música Portuguesa, nós todos , muito lhe devemos.(…)”;
Manuel Freire, músico

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Carlos A. Sêco
Carregar mais artigos em Arquivo
Secção de comentários fechada.

Veja também

Editorial – O Trevim em tempos de Covid-19

Ouvir Os tempos que atualmente vivemos tem sido tempos difíceis quer a nível das pessoas q…