O executivo camarário aprovou no dia 4 as taxas da Derrama, IMI e IRS, a cobrar no próximo ano. As percentagens não sofrem alterações em relação a 2017. PSD votou contra a taxa de IMI

Relativamente ao Imposto Municipal de Imóveis (IMI), a taxa a cobrar pelo Município pelos prédios rústicos é de 0,8%, o que equivale à taxa máxima, e pelos prédios urbanos é de 0,4%, sendo que o máximo a aplicar seria de 0,45%, de acordo com o Código do Imposto Municipal sobre Imóveis (CIMI). A proposta não mereceu a concordância do único vereador do PSD, Joaquim Lourenço, que votou contra, enfatizando “que a Lousã deveria governar com uma receita de IMI mais baixa”. “Julgo que seria possível”, salientou

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Márcio Carinhas
Carregar mais artigos em Arquivo
Secção de comentários fechada.

Veja também

ADFP quer móveis trazidos por refugiados sírios

Ouvir Após os 18 meses em que esteve acolhida pela Fundação ADFP, de Miranda do Corvo, no …