Há quatro anos que os amantes de teatro do concelho de Vila Nova de Poiares podem usufruir da oportunidade de aprender mais sobre artes performativas. O que começou quase de uma forma voluntariosa por parte de dois profissionais sob o “chapéu protetor” da Companhia Marimbondo, com sede na Lousã, transformou-se na Companhia de Teatro Experimental de Poiares (CTEP), cuja existência foi formalizada em dezembro último, com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares. (…)

Leia estas e outras notícias na edição 1357, de 20 de julho

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Márcio Carinhas
Carregar mais artigos em Arquivo
Secção de comentários fechada.

Veja também

ADFP quer móveis trazidos por refugiados sírios

Ouvir Após os 18 meses em que esteve acolhida pela Fundação ADFP, de Miranda do Corvo, no …