Os azulejos da antiga Estação da Lousã estão, agora, a descoberto, sem a proteção que os tapava. Em informação enviada ao Trevim, a Infraestruturas de Portugal (IP) explicou que foram, no início de junho, realizados trabalhos de preservação e conservação. “No início de junho passado foram realizados pela IP diversos trabalhos de preservação e salvaguarda dos painéis de azulejos do Edifício de Passageiros da Estação da Lousã. Numa primeira fase, esta “ação mitigadora” dos danos causados consistiu em trabalhos de limpeza mecânica e química, remoção de elementos oxidados, consolidação de vidrado e impermeabilização da chacota”, diz aquela empresa pública. (…)

Leia estas e outras notícias na edição 1357, de 20 de julho

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Jornal Trevim
Carregar mais artigos em Arquivo
Secção de comentários fechada.

Veja também

Lousanense aposta em jogadores da “nossa terra”

O CDL não entra em euforias, mas promete “fazer o melhor possível”. O treinador do plantel…